Mensagem do Secretário Geral



Caros sócios,

Há cerca de um ano, numa das minhas primeiras comunicações aos sócios enquanto secretário geral da Sociedade Portuguesa de Cirurgia Cardiotorácica e Vascular (SPCCCTV), escrevi, com grande convicção, sobre os tempos de mudança que vivíamos na nossa sociedade científica.

É com enorme orgulho que a vós me dirijo novamente, para vos dar conta do trabalho realizado e do rumo traçado com vista a assegurar um futuro pleno de sucesso para a SPCCTV. Orgulho pela mudança que foi de facto conseguida, sobretudo numa área dificilmente objetivável – a da perceção que os sócios têm da sua sociedade e a forma como com ela interagem. Estes aspetos têm expressão indireta na nossa página web, na revista da SPCCTV e na participação no congresso anual.

O nosso novo website – www.spcctv.pt - aumentou exponencialmente o número de visitas, quando comparado com o período homólogo de 2016. Conta atualmente com quase 5000 sessões a cada 6 meses, assumindo assim um lugar de destaque a nível nacional com o segundo maior número de visitas por pesquisa na área cardiovascular.

Da mesma forma, a revista da SPCCTV, porventura o património mais valioso desta instituição, cresceu em todos os sentidos. Em qualidade, fruto de um novo corpo editorial constituído por importantes figuras nacionais e internacionais e de um sistema de revisão por pares, e em quantidade, com um número recorde de mais de 100 artigos em espera para publicação. Face a este acréscimo de produção científica nacional e internacional, e graças ao esforço do nosso editor, Prof. Dr. Miguel Guerra, estamos mais perto do que nunca de conseguir a publicação atempada da nossa revista. Estas conquistas permitem-nos sonhar, a curto prazo, com a obtenção de um fator de impacto, a somar à indexação na PubMed de que já dispomos há vários anos.

Medida mais direta da interação dos sócios com a sociedade está bem patente no resultado final do congresso SPCCTV 4DVisions17. Um número recorde de quase 400 inscritos, número recorde de comunicações orais e uma imagem renovada, que foi do agrado da esmagadora maioria dos participantes.

Nenhum destes aspetos é alheio à colaboração da SPCCTV com os clubes de internos de Cirurgia Cardíaca e de Cirurgia Vascular e este é um ponto que gostaria de enaltecer. A direção da SPCCTV cedo compreendeu que o futuro da mesma só estaria assegurado com o envolvimento das gerações mais jovens e, para tal, é necessário que estas possam ser influentes nos destinos da sociedade que as representa. A contrapartida foi um enorme valor acrescentado para a SPCCTV e sua direção: empenho dos internos na organização do congresso e de workshops/eventos de formação específicos, mais de 30 novos sócios aprovados na última assembleia geral, aumento da produção científica e sobretudo ideias “out of the box”.

A indústria farmacêutica e de dispositivos médicos compreendeu esta mudança de paradigma e passou a ver a SPCCTV como um aliado que vai de encontro às suas necessidades de divulgação e formação, sendo também este um aspeto que valida o nosso esforço e assegura a continuidade e vitalidade desta sociedade.

O Congresso SPCCTV4DVisions 18, a ter lugar nos dias 23-25 de Novembro de 2018 em Santa Eulália, Algarve, deverá ser o corolário do trabalho realizado por esta direção. Este ano, a quarta dimensão será representada pela Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC), naquela que nos parece uma parceria altamente relevante para as várias componentes da SPCCTV. O programa científico está já em fase avançada de elaboração e podem contar com mais novidades e mais qualidade.

Em nome pessoal e de toda a direção da SPCCTV, conto com o empenho e participação de todos!

Porque, mais uma vez, juntos seremos mais fortes.


O Secretário-Geral

Gonçalo Cabral